Vol. I, Nº 3 Juiz de Fora, mar.-mai./2007

· Volume I

É com grande satisfação que o Núcleo de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos apresenta a terceira edição da Ibérica – Revista Interdisciplinar de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos. Cumprindo com o seu propósito de aglutinar perspectivas várias, esse terceiro número da Ibérica marca-se pelas valiosas contribuições de pesquisadores de diversas áreas. Ricardo Vélez-Rodríguez, em seu artigo Dom Quixote e o iluminismo ibérico nos presenteia com algumas linhas em homenagem à obra magna do escritor espanhol Miguel de Cervantes Saavedra. A partir de um lamentável episódio ocorrido com uma rara edição do Dom Quixote, Vélez-Rodríguez traça um retrato assaz interessante do espírito e dos valores ibéricos encarnados no Cavaleiro da Triste Figura. A historiadora Ana Lúcia Vieira apresenta-nos um artigo abordando a campanha civilista de Rui Barbosa, candidato à presidência da República em 1910. Marco Antonio Barroso, em seu artigo A influência do espiritualismo eclético para a filosofia no Brasil, traça-nos um panorama sobre essa corrente filosófica e alguns de seus expoentes brasileiros como Domingos Gonçalves de Magalhães. Temos ainda a contribuição de Ronaldo Pimentel que, em seu artigo Ontognoseologia e teoria da cultura no livro “Introdução à filosofia” de Miguel Reale, dedica-se ao estudo da obra do pensador paulista, um dos mais importantes filósofos brasileiros, falecido em 2006.

O terceiro número da Ibérica conta ainda com as contribuições de Milena Guerson e Adriana Jardim de Melo. A partir de uma experiência em sala de aula Guerson realiza uma reflexão sobre o processo estruturador do homem e suas relações com a atividade artística. Adriana Jardim, por sua vez, dedica algumas linhas às contribuições da terapêutica artística na recuperação de doentes. Três resenhas finalizam a edição. Da pena de Vinícius de Oliveira temos a obra A sociedade de confiança, do autor francês Alain Peyrefitte; Vélez-Rodríguez nos dá a conhecer a obra Il positivismo dall’Italia al Brasile, tese de doutoramento da pesquisadora Marcela Varejão. E, por fim, Fábio de Barros Silva nos apresenta a obra As filosofias nacionais e a questão da universalidade da filosofia, de Leonardo Prota, presidente do Instituto de Humanidades e membro do conselho consultivo da Ibérica – Revista Interdisciplinar de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos.

Artigos (Número completo em pdf)

Publicidade

Publicidade